Fechar [x]

Últimas Notícias
« | »

Atualizado em 25/05/2012 às 08:41:57


Brasileiro no Canadá acusa ex-mulher de sequestrar a filha para trazer ao Brasil

Texto: A- A+ Imprimir

» Imagem de Cesar Pimenta durante o jogo de Vôlei no Canadá

Uma nova disputa internacional pela guarda de uma criança brasileira veio à tona durante a Liga Mundial de Vôlei, disputada no último final de semana no Canadá. Um paulista que vive em Toronto acusa a ex-mulher, também brasileira, de sequestrar a filha deles de oito anos para trazer ao Brasil.

A mãe, por sua vez, diz que voltou ao País porque foi agredida e ameaçada por ele.

O caso ganhou destaque durante a transmissão da partida entre Brasil e Polônia pela liga, no dia 18 de maio. Cesar Pimenta Caetano estava na arquibancada do jogo vestindo uma camiseta com a frase “Bring A. Home” (“Traga A. para Casa”, em português). A imagem da suposta aflição dele rodou o mundo.

O paulistano, de 44 anos, que também tem cidadania canadense, desembarcou em 1989 no país, onde se casou com a brasileira Luciana Drumonnd Pires. Em 2003, o casal teve uma filha, A.P.C. (iniciais do nome da criança). Mas antes de a criança completar um ano, Caetano e Luciana se desentenderam, e a mãe trouxe a filha para o Brasil.

O pai chegou a abrir um processo na época contra a esposa, mas o caso foi encerrado em 2005, quando o casal reatou e Luciana voltou para Toronto.
Em 2007, no entanto, o casal se separou de novo, mas ambos continuaram vivendo no Canadá.

Outro relacionamento

Dois anos depois, Luciana se casou em Toronto com outro brasileiro, com quem teve dois filhos. Em outubro de 2009, após novo desentendimento entre Luciana e Caetano, ela resolveu voltar para o Brasil com o novo marido, a filha A. e os dois filhos menores.

Caetano alega que a filha foi sequestrada, pois a mudança de Luciana com a filha para o Brasil não teve o consentimento dele.

Por isso, o paulista criou um blog e um perfil na rede social Facebook, em que relata toda a história e promove sua campanha.

Batalha judicial

A briga pela guarda de A. gira em torno de dois processos judiciais.

De acordo com o que Caetano relata no blog, a Justiça do Canadá concedeu a ele a guarda da criança. A decisão foi tomada após o processo de separação do casal, quando Luciana ainda vivia em Toronto.

Mas, quando Luciana deixou o país e veio para o Brasil com a menina, em 2009, Caetano resolveu abrir um novo processo, dessa vez acusando sua ex-mulher de sequestro internacional.

Para isso, o paulista recorreu à Convenção de Haia, que determina que uma criança não pode deixar um país sem o consentimento dos dois pais.

Em seu blog, em que detalha o processo, Caetano acusa Luciana de mentir para conseguir sair do país com a filha.

Ela se refugiou em um abrigo especial para mulheres em Toronto, alegando ter sofrido agressões físicas e verbais. Com isso, ela conseguiu viajar ao Brasil sem o aval de Caetano.

Em entrevista ao R7, o advogado de Luciana no Brasil, Jackson Rocha Guimarães, diz que a cliente foi realmente ameaçada pelo ex-marido.

— Luciana sofreu ameaças de morte do Cesar e foi obrigada a se refugiar em um asilo especial para mulheres e crianças vítimas de violência doméstica.

O R7 entrou em contato com Cesar e continua acompanhando a repercussão do caso na Justiça brasileira.

A disputa judicial lembra a história do brasileiro Sean Goldman (filho de mãe brasileira e pai norte-americano), que voltou a morar com o pai nos EUA em dezembro de 2009, após a morte da mãe no Rio de Janeiro, em 2008, depois de uma batalha de cinco anos na Justiça dos dois países.

R7

Curta nossa página no Facebook






 

Comente com Facebook

 

Comentários (0)

 

Postagem em questão: “Brasileiro no Canadá acusa ex-mulher de sequestrar a filha para trazer ao Brasil”

 

  1. Ainda não temos comentários nesta matéria, seja você o primeiro!

Enviar Comentário
Nome (obrigatório)
E-Mail (não será publicado) (obrigatório)
Cidade (obrigatório)
Visual CAPTCHA  
Digite as letras acima

Termos e condições de uso - Comentários

  1. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.
  2. Nos casos do usuário ser menor de idade, este deverá obter permissão de seus pais ou responsáveis legais para aderir a este Termo de Uso.
  3. Os autores dos comentários não devem publicar material protegido por direitos autorais nem publicar fotos ou textos sem autorização do autor ou de seu representante. Não devem também publicar fotos sem autorização dos fotografados e não devem distribuir arquivos de som sem autorização de pessoas ou empresas responsáveis.
  4. O portal Cornélio Notícias não se responsabiliza pelo conteúdo de nenhum comentário, o qual não é revisado. Todavia, havendo necessidade, o portal Cornélio Notícias reserva-se o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site.
  5. Os textos, fotografia, imagens, logomarcas e sons presentes nas páginas do portal Cornélio Notícias se encontram protegidos por direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização do portal Cornélio Notícias. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos.
  6. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa do portal Cornélio Notícias de, a seu exclusivo critério e independentemente de qualquer notificação prévia, restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento, de direitos de terceiros ou às normas morais, aos bons costumes e à legislação vigente.
  7. No caso de utilização indevida das informações constantes nas páginas do portal Cornélio Notícias ou dos comentários, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.
  8. Se por mais de uma vez forem descumpridas quaisquer das regras expostas ou for verificado o exercício de ilegalidades, o comentário será excluído do portal Cornélio Notícias.
  9. A qualquer tempo e de maneira unilateral, o portal Cornélio Notícias poderá cancelar o Sistema de Comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
  10. Os comentários não devem conter em seu conteúdo os seguintes itens:
    • banners publicitários;
    • sites que façam vendas online;
    • material pornográfico, grosseiro, racista ou ofensivo;
    • informação sobre atividades ilegais e incitação ao crime;
    • material pornográfico ou atividades ilegais incluindo menores de 18 anos (segundo o artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente);
    • material calunioso;
    • afirmações injuriosas ou difamatórias;
    • propaganda política para candidatos, partidos ou coligações, bem como propaganda a respeito de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados ou protegidos por senhas;
    • programas e arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de qualquer usuário que venha a acessar o portal Cornélio Notícias;
    • informação relativa à pirataria de software;
    • oferecer qualquer tipo de produto para venda, procurar anunciantes e patrocinadores e colocar banners de qualquer tipo;
    • utilizar-se do serviço, desvirtuando sua finalidade, com o intuito de cometer qualquer atividade ilícita;
    • participar em atividades de concursos, pirâmides, correntes, lixo eletrônico, spam ou quaisquer mensagens periódicas ou não-solicitadas (comerciais ou não) ou abusivas;
    • difamar, ofender, perturbar a tranqüilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros;
    • publicar, postar, carregar, distribuir ou divulgar quaisquer tópicos, nomes, materiais ou informações que incentivem a discriminação, ódio ou violência com relação a uma pessoa ou a um grupo devido à sua raça, religião ou nacionalidade.
 
 
O Cornélio Notícias não se responsabiliza pelo conteúdo das páginas de seus parceiros, anunciantes e comentários postados por usuários
Este site utiliza recursos que requerem browsers mais modernos para um melhor desempenho.
Copyright ® 2004-2014 Cornélio Notícias
Faça do CN sua home page Privacidade
Powered by AbusarWEB