Fechar [x]

Últimas Notícias
« | »

Atualizado em 22/08/2011 às 22:40:43


O quão perigoso é comemorar com tiros para o alto?

Texto: A- A+ Imprimir

Agências Internacionais

» Rebeldes disparam a esmo

Uma informação muito interessante.

Rebeldes líbios celebraram sua chegada a Trípoli com tiros disparados para o alto. O quão perigoso isso pode ser?

Trata-se, sem dúvida, de uma forma enfática de demonstrar alegria - como mostraram cenas gravadas na Praça Verde de Trípoli.

Disparar para o alto com uma arma automática é uma forma de comemoração popular em várias partes do mundo, mas se trata também de uma atividade potencialmente letal, que quase sempre termina com a morte de transeuntes.

David Dyson, especialista em balística, ressalta o perigo do ato.

- Essas balas vão muito alto quando são disparadas, mas não se sabe onde elas vão aterrissar. Há sempre uma chance de que causem ferimentos graves ou morte.

 Não faltam casos de mortes por esse tipo de celebração. Três pessoas morreram nas Filipinas atingidas por balas perdidas, disparadas para comemorar a chegada do Ano Novo em 2011, por exemplo.

Em 2010, um noivo turco matou três parentes quando atirou para o alto com seu fuzil AK-47, em seu próprio casamento.

No mesmo ano, o rei Abdullah II, da Jordânia, ordenou repressão à prática em seu país, depois que duas pessoas morreram e mais de 13 ficaram feridas em um só incidente do gênero.

Velocidade

Quando a seleção de futebol do Iraque derrotou o Vietnã na Copa da Ásia em 2007, três pessoas foram mortas em Bagdá, quando vários torcedores dispararam para o alto para comemorar.

No Kuwait, tiros para o alto disparados ao fim da Guerra do Golfo, em 1991, foram a causa de 20 mortes.

A prática não está restrita à Ásia ou ao Oriente Médio. Um estudo dos EUA revelou que 118 pessoas foram tratadas por "ferimentos causados por balas caídas" em um centro de Los Angeles entre 1985 e 1992- e os ferimentos resultaram na morte de 38 pessoas.

O governo da Macedônia, por exemplo, mandou fazer um pôster com o slogan "Balas não são cartões comemorativos - celebrem sem armas".

Em 2005, autoridades sérvias, por sua vez, lembraram seus cidadãos antes do Ano Novo de que "cada bala disparada para o alto tem que cair".

Estudos sugerem que a velocidade da bala em queda é menor do que a de quando ela foi disparada, mas ainda assim é suficiente para ser fatal.

De acordo com um estudo de 1962, uma bala de calibre 30 pode atingir velocidade de 92 metros por segundo quando cai.

Pesquisas mais recentes indicam que 61 metros por segundo é velocidade suficiente para penetrar um crânio.

Em consequência, vários Estados dos EUA, incluindo Califórnia, Texas, Arizona e Ohio, proibiram disparos para o alto. Em Minnesota, o ato é especificamente proibido em cemitérios.

O professor Peter Squires, especialista em crimes com armas de fogo e cultura de armas da Universidade de Brighton, na Inglaterra, diz ser possível que a prática derive de premissas culturais, que ligam armas à masculinidade e ao ego.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados.

 

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

R7

Curta nossa página no Facebook





  • Você já efetuou algum disparo para o alto?

  • Votar Parcial

Atenção: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de leitores da Cornélio Notícias.


 

Comente com Facebook

 

Comentários (16)

 

Postagem em questão: “O quão perigoso é comemorar com tiros para o alto?”

 

  1. Enviado 03-09-2011 às 00:10:06 1

    rufini disse:


    Isso é muito especulativo 1º um calibre .30mm, cara isso é um projetil de cerca de 200 gramas, isso por que mesmo sendo de de 30 mm, existe diferença de espessura, e um projetil de 30 mm, caindo de uma altura de 50 metros ja machuca muito, imagina a altura maior, agora um 38 ou 32, ou pistola quase nao tem efeito, o que ocorre que esses disparos nao sao em posição reta para cima, e sim diagonal, onde a tragetoria é muito maior, e ele ainda conta com a força do disparo, ao contrario do projetil que cai reto, que pouco causaria um estrago

  2. Enviado 03-09-2011 às 00:08:16 2

    Damião disse:


    Na queda, a bala começa um processo de aceleração de acordo com a gravidade. Portanto em um certo momento ela chega a uma aceleração constante até atingir, o que chamamos na Física de, Velocidade Terminal. Ao entrar em uma velocidade terminal, o corpo pára de acelerar e começa a cair a uma velocidade constante. A velocidade depende da massa, densidade e formato do corpo. Esta velocidade de queda da bala não é suficiente para matar uma pessoa. Segundo a Wikipédia: "A velocidade terminal de um objeto caindo em direção à Terra, não estando no vácuo, é a velocidade na qual a força gravitacional que o empurra para baixo é igual e oposta à resistência do ar, que o empurra para cima. A velocidade terminal tem módulo constante, já que as duas forças, como estão em sentidos opostos e com mesmo módulo, acabam anulando suas ações." Damião (Engenheiro Químico)

  3. Enviado 02-09-2011 às 16:00:45 3

    Carrancão disse:


    Boa matéria, mas está muito comprido, antes de chegar na metade ja se perde a vontade de ler, fica a dica =D la-carranca.blogspot.com

  4. Enviado 02-09-2011 às 16:00:41 4

    Carrancão disse:


    Boa matéria, mas está muito comprido, antes de chegar na metade ja se perde a vontade de ler, fica a dica =D la-carranca.blogspot.com

  5. Enviado 02-09-2011 às 16:00:37 5

    Carrancão disse:


    Boa matéria, mas está muito comprido, antes de chegar na metade ja se perde a vontade de ler, fica a dica =D la-carranca.blogspot.com

  6. Enviado 02-09-2011 às 15:33:22 6

    Thales disse:


    Só "inteligente" aqui... Acontece que esse lance de atingir a altura máxima e depois cair com velocidade final baixa por causa do atrito com o ar só acontece quando o disparo é efetuado exatamente para cima, em 90º (sen 90º= 1)... Como os infelizes sempre disparam com as armas inclinadas, a trajetória é parabólica e o projetil vai atingir o solo novamente com uma velocidade final bem alta, o suficiente para furar quem estiver o azar de estar em baixo...

  7. Enviado 02-09-2011 às 14:48:44 7

    Glenn disse:


    Bando de amadores que nunca deram um tiro, e ainda um que escreve "tragetória"... pqp... Obviamente, ao subir 3000 metros (e não 3000Km, Leonardo jumento), esse seria o alcance médio de uma bala de 7.62mm, mas claro, a aceleração diminui com o atrito do ar, e não acelera mais, mesmo caindo, mesmo com a gravidade, será menor a velocidade do que quando está á 100m do cano da arma, mas mesmo assim, considerando 10m/s, já perfuraria um crânio sim, Rogério. Um .38 ou .45 não conseguiriam, mas um projétil de 7.62mm, sim.

  8. Enviado 02-09-2011 às 14:38:38 8

    Luan disse:


    Ok bala não deu certo, vamos tentar atirar flechas pra cima agora =p

  9. Enviado 02-09-2011 às 13:47:04 9

    Tiago disse:


    A bala disparada pra cima obedece a lei de conservação de energia, no disparo a energia da pólvora é liberada, causando um aumento na energia cinética (movimento) e a cada metro que ela sobe ela adquire energia potencial gravitacional (isto é, ela tem a capacidade de cair sem sofrer a ação de nenhuma outra força a não ser a gravidade), quando ela chega na altura máxima ela começa a fazer o processo inverso, liberando energia potencial e adquirindo energia cinética, mas temos que considerar que no meio do caminho ela sofre atrito com o ar desperdiçando energia em forma de calor, sendo possível matar mesmo assim considerando que a força gravitacional sobre a bala é maior que o atrito, ela vai acelerar enquanto cai é a mesma coisa que largar um cascalho de cima do empire state, imagina a cabeça de quem cair lá embaixo, contando que a bala é "aerodinamica" e com certeza ela sobre mais do que a altura do empire state, então esse efeito do cascalho é só um "mínimo exemplo" do que a bala faz, sendo que 3000 metros é entre 9 e 10 vezes mais alto do que 300~400 metros

  10. Enviado 02-09-2011 às 13:23:26 10

    Ronaldo disse:


    Uma bala a 3mil km de altura!! Essa entrou em orbita com a terra, nunca mais desce!! huAhuaUHA!! Tudo errado esse post, qlqr objeto quando em queda entra em resistencia com o ar, e nao passa de certa velocidade.

  11. Enviado 02-09-2011 às 13:12:45 11

    Taka disse:


    Limite da velocidade pela aceleração? Bom, o único fator que limita a velocidade do projétil É a resistência do ar, visto que, de certa forma, podemos fixar cerca de 9,8ms² para a aceleração do projétil, inicialmente negativa e depois em somatória. Desconsiderando a resistência do ar, a bala passaria pela origem com velocidade igual à de saída. É válido afirmar que a resistência diminui e desacelera o projétil, porém, munições de "calibre baixo" (porra, pra vc categorizar um .762 como algo com pouca ofensividade é porque ou você é militar, ou da favela ou nunca viu a carga de pólvora que vai numa desgraça daquelas...) podem ter a aerodinâmica perfurante. Em contato com a resistência do ar pode-se orientar no sentido de menor força que venceria parte da resistência por "apontar ao chão". A parte traseira do projétil pode até ser mais pesada, contudo, mesmo considerando o fator de corpo extenso essa força seria quase tão sutil quanto o coeficiente de atrito com o ar, porém, não somatório, ao contrário do que acontece com a velocidade descrita pelo módulo da aceleração. Dessa maneira, pode-se tranquilamente atingir o chão com velocidade suficiente para causar traumas e até mesmo perfurar um indivíduo SIM. E aos paga paus de Mythbuster: a verdadeira ciência é testada em várias condições e leva mais tempo para acontecer do que o que poderiam dedicar a um episódio. Não dispare para cima... ou melhor: dispare! Use um estilingue e atire um rolamento tentando atingir 90º, leve na cabeça e me conte o que aconteceria se a velocidade de saída do projétil fosse maior. Sem mais

  12. Enviado 02-09-2011 às 12:44:37 12

    Caio disse:


    Leonardo, então quer dizer que a bala aumenta de velocidade infinitamente? No seu planeta não existe resistência do ar não?? "Pura fisica", coisa que vc não entende. A bala não vai acelerar infinitamente e qndo parar de acelerar vai ter sua velocidade diminuída drásticamente e a velocidade final não vai ser suficiente pra matar ngm.

  13. Enviado 02-09-2011 às 08:53:52 13

    Jr. disse:


    O que o Rogério falou é real, mas o problema de balas atiradas pra cima é que nem sempre elas são atiradas a 90 graus do solo, então a bala forma uma tragetória em forma de arco e não perde a velocidade.

  14. Enviado 02-09-2011 às 07:49:05 14

    Rogério disse:


    AFF Uma bala de pequeno calibre como um 7.62 de fuzil... segundo a fisica do amigo acima.... a bala sobe uns 3000 metros...e nao km... e quando cai realmente é acelerada pela gravidade... mas há um limite nesta aceleração...e também um freio que é o atrito com o ar.... então ela nao alcança velocidade para perfurar o corpo humano da mesma forma que se fosse disparada....fora que ainda...ela deveria cair com a ponta para baixo.... o ue é impossivel....visto que a base da bala tem mais peso... então ela cairia ao contrario.... Agora de dispararam uma munição de 30, 50, 80, 90 milimetros.... é um objeto pesado... pode se atingir a cbeça causar um traumatismo... mas nao perfuraria pelo mesmo motivo acima... noticia sensacionalista essa....

  15. Enviado 02-09-2011 às 04:01:11 15

    Gabriel disse:


    Caramba! Post muito interessante, dessa eu realmente não sabia, sempre imaginei que as balas, quando descessem, apenas ficassem com uma energia cinética capaz de no máximo causar um pequeno corte (uma pseudo-penetração na pele). Agora realmente tenho noção do perigo disso, graças a Deus nunca presenciei tiros para o alto (só para frente mesmo D: ), nem pretendo correr esse risco!

  16. Enviado 02-09-2011 às 00:42:02 16

    Leonardo disse:


    imagina uma bala a 3000Km de altura(gravidade da terra 10m/s²), ou seja, a bala vai cair muito rapida, pq a cada segundo a velocidade aumenta 10m, e o tempo q a bala deve levar para cair, deve causar um estrago incrivel. pura fisica

Enviar Comentário
Nome (obrigatório)
E-Mail (não será publicado) (obrigatório)
Cidade (obrigatório)
Visual CAPTCHA  
Digite as letras acima

Termos e condições de uso - Comentários

  1. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.
  2. Nos casos do usuário ser menor de idade, este deverá obter permissão de seus pais ou responsáveis legais para aderir a este Termo de Uso.
  3. Os autores dos comentários não devem publicar material protegido por direitos autorais nem publicar fotos ou textos sem autorização do autor ou de seu representante. Não devem também publicar fotos sem autorização dos fotografados e não devem distribuir arquivos de som sem autorização de pessoas ou empresas responsáveis.
  4. O portal Cornélio Notícias não se responsabiliza pelo conteúdo de nenhum comentário, o qual não é revisado. Todavia, havendo necessidade, o portal Cornélio Notícias reserva-se o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site.
  5. Os textos, fotografia, imagens, logomarcas e sons presentes nas páginas do portal Cornélio Notícias se encontram protegidos por direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização do portal Cornélio Notícias. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos.
  6. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa do portal Cornélio Notícias de, a seu exclusivo critério e independentemente de qualquer notificação prévia, restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento, de direitos de terceiros ou às normas morais, aos bons costumes e à legislação vigente.
  7. No caso de utilização indevida das informações constantes nas páginas do portal Cornélio Notícias ou dos comentários, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.
  8. Se por mais de uma vez forem descumpridas quaisquer das regras expostas ou for verificado o exercício de ilegalidades, o comentário será excluído do portal Cornélio Notícias.
  9. A qualquer tempo e de maneira unilateral, o portal Cornélio Notícias poderá cancelar o Sistema de Comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
  10. Os comentários não devem conter em seu conteúdo os seguintes itens:
    • banners publicitários;
    • sites que façam vendas online;
    • material pornográfico, grosseiro, racista ou ofensivo;
    • informação sobre atividades ilegais e incitação ao crime;
    • material pornográfico ou atividades ilegais incluindo menores de 18 anos (segundo o artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente);
    • material calunioso;
    • afirmações injuriosas ou difamatórias;
    • propaganda política para candidatos, partidos ou coligações, bem como propaganda a respeito de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados ou protegidos por senhas;
    • programas e arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de qualquer usuário que venha a acessar o portal Cornélio Notícias;
    • informação relativa à pirataria de software;
    • oferecer qualquer tipo de produto para venda, procurar anunciantes e patrocinadores e colocar banners de qualquer tipo;
    • utilizar-se do serviço, desvirtuando sua finalidade, com o intuito de cometer qualquer atividade ilícita;
    • participar em atividades de concursos, pirâmides, correntes, lixo eletrônico, spam ou quaisquer mensagens periódicas ou não-solicitadas (comerciais ou não) ou abusivas;
    • difamar, ofender, perturbar a tranqüilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros;
    • publicar, postar, carregar, distribuir ou divulgar quaisquer tópicos, nomes, materiais ou informações que incentivem a discriminação, ódio ou violência com relação a uma pessoa ou a um grupo devido à sua raça, religião ou nacionalidade.
 
 
O Cornélio Notícias não se responsabiliza pelo conteúdo das páginas de seus parceiros, anunciantes e comentários postados por usuários
Este site utiliza recursos que requerem browsers mais modernos para um melhor desempenho.
Copyright ® 2004-2014 Cornélio Notícias
Faça do CN sua home page Privacidade
Powered by AbusarWEB